Os 10 empregos que mais equilibram vida pessoal e trabalho

Os 10 empregos que mais equilibram vida pessoal e trabalho

Todo mundo sempre quis trabalhar fazendo o que gosta (vide a quantidade de pessoas na comunidade “Quero Ficar Rico Dormindo”, do já falecido Orkut), mas nem sempre isso é simples. Por isso que o ideal é sabermos procurar a “sintonia” entre o emprego e a vida pessoal.

O site Glassdoor  fez uma pesquisa com funcionários de diversas áreas durante um ano a fim de encontrar o emprego mais ‘equilibrado’ de todos. De especialista em SEO à salva-vidas, as notas mostram que há diferentes opções para conciliar a carreira com o resto da vida.

A avaliação seguiu esse critério para as notas: 1 – Insatisfeito; 3 – OK; 5 – Muito satisfeito. Os entrevistados também deveriam responder se acham que o seu campo de trabalho é promissor ou se ele deve piorar com o tempo. Confira a lista dos dez primeiros lugares!

10 – Vendedor de ações

Na décima colocação, está a profissão de vendedor de ações, com a nota 4.0. Os dados mostraram que 38% desses funcionários acredita que a área vai melhorar, enquanto 38% discordam – o resto não soube responder.

Em entrevista à pesquisa, um vendedor afirmou: “O trabalho paga bem e é muito bom para um balanço entre a vida pessoal e o emprego. Você conhece muitas pessoas inteligentes e têm lideranças encorajadoras”.

9 – Bombeiro

Surpreendente, não? Bombeiros deram a nota de 4.1 para o serviço e a maioria acha que seu trabalho só deve melhorar. Na pesquisa, um bombeiro de Nova York disse que “há flexibilidade de horário, bom salário e que seus colegas se tornaram uma segunda família”.

8 – Comunicação corporativa

Os funcionários da comunicação corporativa deram a nota de 4.1 para o próprio ofício e 56% acreditam que o campo da profissão deve melhorar.

7 – Designers de experiência de usuários (UED, user experience designer)

“A área é incrível, há muito para aprender e sempre tem um jeito de continuar avançando na minha carreira”, afirma um designer do LinkedIn. A nota para a profissão ficou no 4.2 e 60% botam fé de que o campo vai melhorar.

6 – Instrutor de academia

Com a nota 4.2, a profissão possibilita grande flexibilidade de horários, além de regalias como poder malhar de graça.

5 – Analista de redes sociais

E você pensando que era estágio pra quem está na faculdade de comunicação… com nota 4.3 na pesquisa, o analista de redes sociais tem feito muito sucesso por aí. “Eu sinto que o trabalho que eu faço é muito importante. Além de poder me divertir bastante durante o trabalho, vejo que minha vida pessoal não é deixada para trás por causa do que faço”, disse um entrevistado que trabalha com marketing.

4 – Salva-vidas

É perigoso, muito importante para quem recebe a ajuda, mas não deixa de ser prazeroso. Em quarto lugar, a profissão recebeu a nota de 4.3. E 0% dos entrevistados acredita que seu trabalho pode piorar.

3 – Guia turístico

Esse terceiro lugar não é tão surpreendente…  afinal, conhecer lugares e pessoas do mundo inteiro enquanto trabalha? Dá para imaginar ‘equilíbrio’ melhor entre vida pessoal e profissional? A profissão recebeu a nota 4.3 na pesquisa.

2 – Especialista em SEO (pesquisas online)

Sim, isso mesmo. Especialistas em pesquisas otimizadas estão na segunda colocação, com nota de equilíbrio 4.3. 75% dos profissionais acreditam que podem crescer em seus empregos.

1 – Cientista de dados

A liderança com 4.4 é surpreendente, mas “além de serem muito bons no que fazem, a grande maioria tem prazer no trabalho”, garante um cientista entrevistado na pesquisa.

 

Fonte: Revista Galileu

Share this post


Watch Dragon ball super